2. HISTÓRIA E QUESTÃO NACIONAL: a contribuição do pensamento caiopradiano à crítica do capitalismo dependente.

Ministrante: Matheus Carlos Oliveira de Lima, mestrando pelo Programa de Pós-graduação em História da Universidade Federal de Alagoas  (UFAL).

Duração de 4h.

A oficina proposta tem como objetivo apresentar uma introdução ao pensamento econômico brasileiro, mais especificamente às contribuições do historiador Caio Prado Júnior no tocante à questão nacional. Esta, que por sinal, foi elemento de intensos debates entre a intelectualidade das décadas de 1950 e 1960. A disputa, para tanto, girava em torno dos rumos que o Brasil poderia assumir para superar seu “atraso econômico” atingindo o patamar de um “país desenvolvido”. Nesse contexto, a presença do debate intelectual se fazia mais presente na sociedade, as ciências humanas e sociais não estavam num padrão de afastamento tão significativo, onde muitos intérpretes do Brasil transitavam por essas ciências. E nesse caso, a contribuição dos historiadores tinha presença marcante, esse ponto é levantado exatamente pela atual condição da intelectualidade brasileira de intervir nos debates cadentes do Brasil contemporâneo, servindo assim para fazer uma espécie de balanço histórico do ofício do historiador referente à temática do desenvolvimento brasileiro. Deste modo, a oficina pretende apresentar três tópicos baseados no pensamento econômico de Caio Prado Júnior: 1) Apresentação do conceito sentido da colonização e sua contribuição para o estudo da especificidade da dinâmica econômica brasileira; 2) O debate intelectual acerca do desenvolvimento do Brasil nas décadas de 1950 e 1960; 3) Aspectos do pensamento econômico de Caio Prado Júnior para a caracterização e crítica do capitalismo brasileiro.

© 2017 por CPDHis - Centro de Pesquisa e Documentação Histórica - ICHCA - UFAL. Maceió - Alagoas - Brasil.